6.19.2007

UMA QUESTÃO DE BONS MODOS

Ontem eu estava jantando no restaurante perto de casa e tinha um homem de frente a minha mesa que pediu uma cerveja, o garçom trouxe a cerveja e um copo americano, o grosseiro do cara falou em voz bem alta pro garçom algo do tipo:
traga outro copo, quero uma tulipa, quem bebe em copo americano é pobre em boteco, ô povo sem requinte!!”
na maior grosseria, como se fosse o dono do mundo e do local.

Eu olhei pra aquilo e fiquei me perguntando como o ser humano é péssimo!!isso lá são modos?Ele tem todo o direito do mundo de não gostar do copo americano, poderia ter chamado o garçom o falar apenas pra ele que não queria aquele copo.

Como as pessoas podem ser tão grossas e mal acabadas?porque isso?e ainda acha que tem todo o requinte do mundo. Por esse e outros motivos que não tenho muita simpatia por gaúchos, com suas exceções.

Gentileza, classe e bons modos independe da ocasião, do diploma, da região e do credo.

Vocês estão ouvindo PALAVRAS E SILENCIOS com Zeca Baleiro e Fagner, simplesmente maravilhosa. Não sei se ela vai gostar, mas dedico a Sereia. Em agradecimento a me ajudar com minha dieta alimentar.
Beijos da Iara

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Regra geral: Bom senso.
- Siga-me no twitter: @iarana.