9.23.2008

A saga do primeiro emprego e outras coisas

Fala pessoas do Mais Atitudes!!!!!

Já perceberam como é complicado conseguir um emprego?? agora imagine o primeiro emprego??senta que lá vem história, mais um daqueles posts em que eu fico lembrando das coisas.

Quando eu tinha 18, 19 anos, encontrar um emprego foi a coisa mais complicada sobre a face da terra (talvez seja mais fácil atualmente).
Não falo de ser gerente de banco ou trabalhar numa multinacional, falo de um emprego decente onde eu ganharia 1 salário mínimo ou algo maior, pagaria um quartinho, comeria miojo e conseguiria meu suado diploma.
Primeiro
Eu trabalhei por 7 anos de doméstica na mesma residência, em minha cidade natal Paraiso do Tocantins, quando passei no Vestibular e me mudei pra Palmas, tive que mudar por conta da usina hidrelétrica do lageado que alagou o rio Tocantins, foi uma labuta de quatro meses.
Todo local que eu batia a pessoa dizia que eu não tinha experiência. Que coisa frustrante!! Por outro lado, se existe uma profissão infernal, que não te serve de nada na vida, é o tal do serviço doméstico, ser uma doméstica é como ser escrava ou é sinal de que você não conseguiu outra coisa.
Segundo
Eu não sabia como ligar um computador, nem como atender um telefone, a primeira vez que desliguei um pc o patrão me escurraçou, gritou comigo tão alto, no meio de todo mundo e ainda lembro o que ele disse: - "Como o sine me manda uma atroiada, esse povinho de Tocantins não tem noção de nada!!!!" eu nem recebi aquela semana que eu trabalhei, eu precisava do dinheiro, eu não tinha como pagar o ônibus da faculdade, não tinha como tirar xerox dos livros...comprar livros??hun...
Terceiro
Mas eu não desisti. Eu tinha um sonho, eu queria estudar e ser uma "dotôra" na vida, então, resolvi me misturar, percebi que como eu haviam muitos, conheci todo mundo, diretores, professores, DCE, grupos de estudos, colegas de outros cursos, movimentos estudantis, (eu pintei meu rosto, fiz passeatas, fiz greve de fome rsrsrs) eu me meti em todo canto, novidade era comigo mesmo, eu tive que mudar o meu jeito de ser mas sem deixar de ser eu, foi minha mãe me ensinou que eu posso ser uma outra pessoa, mesmo tendo as minhas próprias convicções.

Então eu consegui um emprego, uma colega indicou-me, eu conheci a internet, a blogosfera, tive meu diploma, pena que o "ser dotora" nao aconteceu, mas, como diria aquele BBB "faz parte".
Valeu a pena. Se eu tivesse que voltar atrás, eu teria feito tudo de novo, talvez de forma diferente, pra eu não chorar tanto...mas eu teria feito.
Eu ainda não tenho minha casa, não vi o mar, não conheci um zoológico, não comprei meu carro.
Porém, hoje eu tenho acesso a informação, hoje eu consigo me posicionar de um lado, eu consigo mudar de lado, se eu quiser saber sobre leis eu sei onde devo ir, se eu quiser saber sobre java/html/php eu sei onde procurar, eu sei o que eu NÃO quero pra mim e pro meu futuro, eu tenho conhecimento, não muito, mas é mais do que eu tinha antes e ninguém me tomará.

Nesse sentido, estou procurando me misturar e conhecer mais coisas, mais gente e mais assuntos sempre.

Aguarde...to be continued...

Nossa!!!!esse texto foi uma viagem!! Mas eu queria escrever isso, não sei porque, fique a vontade pra comentar o que tiver afim. Beijos e bom final de semana...

Tags
:



Powered by ScribeFire.

11 comentários:

  1. Ah sgaa de muitos brasileiros flor , vc tem que se orgulhar : de doméstica a economista , não é mole não !

    Mas querida vc ainda não viu o mar ?!
    Que dó...

    ResponderExcluir
  2. Vc tá em todas! ;)

    Beijo, e viva o google, pela segunda vez né?

    ResponderExcluir
  3. Tomara que daqui a uns 3, 4 anos, quando estiver preparado para ser programador, ainda haja vagas nessa àrea...hoije em dia conseguir um emprego está cada vez mais difícil...

    ResponderExcluir
  4. Voce ralou e parece que ainda rala muito...

    Agora eu sei o que e ralarrr muito, tambem!

    E isso ai, vamos ralando, conquistando aquilo que queremos e as coisas vao se ajeitando...

    Bjos...

    ...

    ResponderExcluir
  5. LETICIA: Se eu pelo menos atuasse na área...nao conheço o mar ainda minha querida.

    TECH: claro, technoratti e blogblogs é o básico de um blogueiro, se cadastra lá e me adiciona. Viva o google pela segunda vez rsrsrs.

    KAZUYA: Eu acho que algumas areas são mais fáceis, como a sua, que voce pode trabalhar por sua conta e risco.

    ResponderExcluir
  6. OI MINEIRA: eu ainda acredito no trabalho.

    ResponderExcluir
  7. Eu optei por estudar porque a outra opção era, ser ajudante de pedreiro... se você tivesse trabalhado como um, não reclamaria de ter trabalhado como doméstica... heh h he he he

    ResponderExcluir
  8. O 1º emprego é foda! Te pedem expiência, cadê? Como vai ter esperência de alguma coisa se nunca fez, né não? Têm 3 selos pra ti no Só Pensando. Bjus.

    http://so-pensando.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Numa terça-feira você já desejou ótimo final de semana? Viajou tanto nas lembranças que perdeu até a noção do tempo, iarinha?

    ResponderExcluir
  10. Bah...
    primeiro emprego é complicado!!!!!

    me passou um filme pela cabeça lendo teu post...


    beijão Iarinha...

    ResponderExcluir
  11. meu bem, te adimiro, isso sim é vontade de crescer!!
    parabéns!

    ResponderExcluir

- Regra geral: Bom senso.
- Siga-me no twitter: @iarana.