5.23.2007

MÃOS DIZEM MUITA COISA

Essas são minhas mãos.

Mãos que gesticulam, que acenam.
Mãos que cumprimentam, que sentem dores, mãos que exprimem alegria,
enxugam lágrimas, escondem timidez.
Mãos que denotam estado de espírito, que escondem ansiedade.

Há mãos que trabalham.
Algumas muito delicadas, outras calejadas.
Mãos de jovens, mãos macias, mãos enrugadas.
Mãos que funcionam como lábios, boca e ouvido.

As mesmas mãos que afagam sua pele, seu rosto, teu corpo, também são as mesmas que matam a sangue-frio, sem piedade. Mãos que dão alimento, mãos que fazem arte, cultura, mãos que graciosamente tocam o piano, o violão, o tamborim, a guitarra. Não consigo imaginar sexo sem o uso das mãos. (minha autoria)

Se sua internet for rápida e tiver afim de ouvir o que estou ouvindo: clique no play e ouça: Please Forgive Me Por favor perdoe-me”com voz de Bryan Adams. Dedico a mim mesma, hoje estou romântica e adoro essa música, me lembra meu 1º namorado.



Beijos da Iara

Um comentário:

  1. Oi Iaiá
    É, ao longo do tempo homens e mulheres se tornaram o mercado, e tornaram capazes de intervir num mundo concreto e real e natural que elas e eles não fizeram, e ao tornar-se capazes com a inquietação de suas mãos, que em grande parte são responsáveis por nós, se não fosse as mãos que se libertaram, possivelmente não estaríamos sendo o que estamos sendo, isso é devido as mãos que deram nosso corpo consciente.

    ResponderExcluir

- Regra geral: Bom senso.
- Siga-me no twitter: @iarana.