4.28.2009

A Alma e o um tal de Eu


Ela sentou frente ao espelho, a Alma e o um tal de Eu, travaram um rápido debate:

O que faz você viver??
O que faz você acordar e achar que hoje será um novo dia?
Já se perguntou que talvez apenas você acorde e vai trabalhar, mas não há um porquê?
Filosófico?
Talvez!!
Que brigas você lutaria??
Conhecendo-me bem eu jamais entraria numa luta por mim, Derrepente por outros..quem sabe talvez!
Qual é a sua causa?
No que você tem fé?
Em fim, também é preciso perguntar se aquilo pelo que lutas é por si ou pelos demais, não adianta lutar por uma causa que ninguém deseja lutar.
A alma foi dormir e o Eu, bem, acho que está sem sono.
A alma sempre vence essas conversas concluiu o eu.
Não debato mais com ela, finalizou.

5 Comentários:

Daniel disse...

Há sempre pelo que lutar, mas por si, nunca pelos outros. Mesmo quando a intenção parece ser coletiva, há sempre um viés próprio, uma luta que deve se travada e vencida não para provar aos outros, mas à si próprio. O que os outros usufruem, pensam ou querem de você, é a conseguência de sua própria prova quanto indivíduo. Bjus.

http://contesta-acao.blogspot.com

Lugirão disse...

Você sempre tem que ter um objetivo algo por que ou por quem lutar... senão a vida fica sem graça.

Ah! eu adoro conversar com o meu eu na frente do espelho, tive longas conversas para conseguir deixar de fumar, e deu certo.

Beijos

adaobraga disse...

Interessante a teoria da Alma x EU... Intrigante, dubio, inusitado e um ponto de mistério. Porque a Alma sempre ganha o debate?

Balinha de Menta disse...

Lutar sempre, desistir nunca! Nós mulheres somos lutadoras desde que nascemos. Lutamos na puberdade, com o parto , com a menopausa, com a balança...enfim, batalhamos todos os dias!
Viva a mulher!
Saudades de vc, Iarinha.
Bjs, Balinha de Menta

Eu e Ela disse...

Ihhhhhhhhhh.....
Parece coisa de Eu e Ela....
Mas existe a diferença meu Eu é egocentrico, apaixoxonado por ele mesmo, ja o Ela é minha alma, carrega os meus sentimentos, aqueles que deixam a gente mais fraca, meu Eu, racional ao extremo, sempre vence e Ela, sentimental fica sem espaço.

Postar um comentário

- Regra geral: Bom senso.
- Siga-me no twitter: @iarana.