3.06.2012

Jogue a corda por favor!!!

8


Quando o que você fazia com perfeição, com agilidade e com tranqüilidade agora você faz cheio de erros, com lentidão e dor de cabeça? O que você faz?

Sim, eu nunca tive medo de trabalhar, mas nos últimos tempos, meses e meses, ando numa pasmaceira gigante, não tenho mínima vontade e animação para fazer o que eu fazia com toda a disposição possível.

Qual significado disso?
preciso me refazer
Breaking Up The Girl by Enslavedbymetal on Deviantart

Olho para mim e não consigo ver o que eu poderia fazer de melhor... 32 anos e eu não sei o que eu conseguiria fazer de produtivo. Minha mae vive falando isso, eu fiz faculdade, parei, guardei o diploma de economia e estacionei no tempo sendo apenas um assistente administrativo comum.

Para mim não era comum. Esse texto surge depois de ter feito algo estupidamente errado que eu jamais teria feito, erro tão comum, um erro tão fatal que eu jamais mesmo pensaria que eu faria, eu presto atenção triplicada em tudo que faço, sou detalhista ao extremo que chego a ser chata e arrogante, sou minimalista, cuidadosa, quando me designam algo pra ser feito é porque sabem que eu não vou fazer errado, não é necessário ninguém corrigir, não precisa ficar atrás para saber que foi feito, sabem que fiz tudo que teria que ser feito.

Agora eu não consigo mais. Não presto atenção a mais nada. Perco prazos, datas, atividades, não quero conversa, não quero reunião, não sei o significado.
E agora?
Acho que preciso da corda...para poder subir as paredes do poço...alguém manda?

8 comentários:

  1. Amiga, acho que todo mundo uma hora fica assim, que tal te cobrar menos, tirar uma férias, desligar do mundo e fazer só o que tem vontade, nem que seja por um período, isso vai te revigorar beijos

    ResponderExcluir
  2. Me sinto assim as vezes e vou te cantarolar uma música que me toca profundamente há mais de década...

    "Nada mais vai me ferir é que eu já me acostumei com a estrada errada que eu segui cm a minha própria lei, tenho o que ficou e tenho sorte até demais como sei que tens também..." - Andrea Dória, Legião Urbana. Sábias palavras...

    A gente não sabe exatamente como vai ser a vida da gente quando chegarmos em determinada idade, mas sempe criamos alguma expectativa e quando chega a idade e vemos que as coisas não caminharam como gostaríamos vem a frustração e pode rolar um estado depressivo que eu já passei e esse seu texto me parece muito com isso. Tentar aceitar a vida como ela está agora e tentar aproveita-la da melhor maneira é um bom passo pra sair desse marasmo, essa "preguiça", esse saco cheio. não pára, não, se não o trem atropela ;)

    ResponderExcluir
  3. Minha dica é sempre a mesma: quando você está perdido, não sabe como ajudar a si próprio, procure ajuda com alguém. Pode ser um amigo, pode ser um profissional (médico, psiquiatra, psicólogo, analista). O que não pode é ficar sofrendo.

    ResponderExcluir
  4. Ultimamente tenho me sentido assim também. Não que não preste atenção ou perca prazos. Isso ainda me consome boa parte dos meus dias. Mas não tenho mais tesão pelo trabalho. Espero, ansiosamente, pela aposentadoria!

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Ultimamente tenho me sentido assim também. Ainda não perco prazos e continuo sendo bastante rigorosa com as coisas que faço, mas, quer saber? Tesão nenhum pelo trabalho. Ansiosa mesmo pela aposentadoria...rs

    ResponderExcluir
  7. Te receito uma música: Carne e Osso

    Perfeição demais me agita os instintos
    Quem se diz muito perfeito
    Na certa encontrou um jeito insosso
    Pra não ser de carne e osso, pra não ser carne e osso

    Não é uma critica. É a música que diz a mim,
    que eu não preciso ser DEUS em tudo, que
    ser humano, é tão gostoso, é tão bom
    Não cobre de ti por isto. É normal,
    se te incomoda agora, logo mais, se acostumará
    Errar, e ser descuidado, é também humano.

    Beijos Iarana!

    ResponderExcluir
  8. Anjo, eu entendo o que você está passando. No meu caso, não vejo mais sentido em fazer o que faço. Estou empurrando tudo com a barriga. Eu mesmo não sei qual vai ser o fim.

    ResponderExcluir

- Regra geral: Bom senso.
- Siga-me no twitter: @iarana.